#Afonso – Episódio 3: Abre os olhos!

#Afonso – Episódio 3: Abre os olhos!

SHORT STORY

Afonso sempre foi de paixões rápidas e fugazes, ora intensas, ora de fácil esquecimento; mas tem, nos seus amigos, Miguel e Duarte, parte da consciência, essa mesmo que o vai lembrando constantemente das asneiras feitas. Num desses encontros casuais de domingo à tarde, no parque perto de casa, os amigos não dispensam a oportunidade para uma crítica mais aguçada que as do costume:

<< Enquanto não sabes o que te apetece ou enquanto te iludes com esta incerteza, Afonso, por saberes que queres tudo; ela não se preocupa tanto quanto julgas, nem quanto vens a querer que fosse verdade. Enquanto não sabes dizer-lhe que já não a queres, é ela que faz por não te querer pela metade, por um terço ou um quarto, e vira-te, tão simplesmente assim, as costas. Porque hoje já não há amor, enquanto não o sabes querer, ou pedir, nem ter, porque hoje não sabes trocar a impulsividade de tê-la deitada por um sorriso à beira-cais.

E foi-lhe fácil embarcar, sem olhar para trás, nos dias em que a deixaste à tua espera num qualquer cais; enquanto não sabias tu decidir qual dos sorrisos querias e, ao tentar tê-los todos, sufocaste-lhe umas quantas vontades. E assim foi ela, na sua simplicidade de quem não cobra favores, dizer-te ao ouvido que não precisa de ti, que amar não custa e se pode amar sem validade (tanto dura a vida inteira, como dura apenas uma semana). Assim foi ela, caminhando à beira-cais, rumo a quem lhe ofereceu novamente calma (“e sossego, amor”, disse-te).

“Porque, hoje, já não há amor”, disseram-te; mas, não quiseste acreditar. Porra, o amor sempre foi simples, sem motivo aparente, volátil e intenso só no tocar. Porquê complicar? “Porra”, Afonso, bem to disseram, “porque, hoje, já não há amor”. >>

Adaptado do meu projeto anterior – Abre os olhos, Afonso!

Nota: Produção amadora, sem orçamento e sem fins comerciais, feita com o apoio de familiares e amigos – Clica aqui se o vídeo não abrir

GUIÃO

EXT. DIA – PARQUE

Afonso caminha, à conversa, com  Miguel e Duarte. Chegados perto de uma mesa de piquenique, sentam-se ao seu redor.

MIGUEL

Enquanto não sabes o que te apetece ou enquanto te iludes com esta incerteza, por saberes que queres tudo; elas não se preocupam tanto quanto julgas…

DUARTE

… Nem quanto vens a querer que fosse verdade.

AFONSO

Não digam isso… Quem vos ouvir dizer isso ainda pensa que não passo de um cabrão.

MIGUEL

E às vezes és o quê?

Enquanto não sabes dizer-lhes que já não as queres a todo o tempo, são elas que fazem por não te querer pela metade, por um terço ou um quarto, e viram-te um dia, tão simplesmente assim, as costas.

DUARTE

Porque hoje já não há amor, enquanto não o sabes querer, ou pedir, nem ter, porque hoje não sabes trocar a impulsividade de ter uma deitada por um sorriso à beira-cais.

AFONSO

E a Margarida? Era amor…

CORTA PARA CLOSE-UP  DA MARGARIDA

EXT. DIA – ZONA RIBEIRINHA

Margarida está sentada, olha impaciente o relógio/telemóvel, à espera de Afonso, que não chega. Desiste e começa a andar em direção ao horizonte, sem olhar para trás, afastando-se cada vez mais.

MIGUEL (V.O.)

(Enquanto vemos Margarida a afastar-se)

Tal como era a Sara há uns meses atrás?

(Ri-se)

Mas, vá, pode ser que ainda seja amor sim… ainda assim, sabes bem que foi-lhe bem fácil partir, sem olhar para trás, especialmente nos dias em que a deixaste à tua espera. Teimas em fazer o mesmo, sempre.

FADE-OUT  PARA CENAS PASSADAS

INT. NOITE – BAR

Surge um Mashup de várias cenas, repletas de sorrisos de raparigas que já estiveram com Afonso (reutilizar cenas do episódio “Quem é ele?”).

CORTAR COM CLOSE-UP EM MIGUEL

EXT. DIA – PARQUE

Miguel continua a crítica aguçada, enquanto todos relembram as cenas passadas.

MIGUEL

Enquanto não sabias tu decidir qual dos sorrisos querias, foste tentar tê-los todos…

(Ri-se)

… e sufocaste-lhe umas quantas vontades.

CORTE PARA CLOSE-UP DE AFONSO E MARGARIDA

INT. DIA – CASA DA MARGARIDA (HALL)

Margarida fala com o Afonso, em jeito de despedida.

MIGUEL(V.O.)

Não me espanta que te tenha dito que afinal não precisa de ti. Ao jeito dela, simples, como quem não cobra favores.

No final, Margarida aproxima-se do ouvido de Afonso para lhe dizer umas últimas palavras, acenando com a cabeça e sorrindo.

MARGARIDA

Amar não custa. Amar é para ser sem validade, tanto pode durar a vida inteira, como apenas uma semana.

DUARTE (V.O.)

E assim foi ela, rumo a quem lhe oferece novamente calma e…

MARGARIDA

(Diz ao ouvido de Afonso)

Sossego (aconchego?), amor.

CORTA PARA O PARQUE, COM CLOSE-UP NOS AMIGOS

EXT. DIA – PARQUE

Miguel e Duarte continuam sentados, à conversa com Afonso.

MIGUEL

“Porque, hoje, já não há amor”, disse-te ela; mas, não quiseste acreditar.

DUARTE

Se calhar até há, mas, porra, o amor é simples, ou devia ser. Pode até acontecer sem motivo aparente.

AFONSO

Mas é volátil e intenso só no tocar…

MIGUEL

Porquê complicares? Porra, Afonso, bem to dissemos, “porque, hoje, já não há amor”.

FIM

7 Replies to “#Afonso – Episódio 3: Abre os olhos!”

  1. A lot of thanks for all your efforts on this site. Gloria loves engaging in investigation and it’s easy to understand why. Almost all know all concerning the dynamic means you give important secrets on the web blog and as well encourage contribution from others on that concern plus our daughter is always discovering a lot. Have fun with the remaining portion of the new year. You’re the one conducting a good job.

  2. My spouse and i felt now fulfilled that Ervin could conclude his investigation out of the ideas he got out of the web page. It’s not at all simplistic to just choose to be giving freely information and facts that many other folks have been selling. And we all figure out we have the website owner to be grateful to for that. The entire explanations you have made, the simple site menu, the friendships you can give support to engender – it’s got everything fabulous, and it’s really facilitating our son and the family feel that the issue is enjoyable, and that is incredibly important. Thank you for all the pieces!

  3. Thanks for your whole work on this blog. Debby delights in conducting internet research and it’s easy to see why. A number of us hear all about the compelling manner you create effective guides by means of the blog and boost contribution from other ones about this article and my child has been becoming educated a great deal. Enjoy the remaining portion of the new year. You’re carrying out a fabulous job.

  4. ¿Necesita urgentemente un préstamo en efectivo? Consulte préstamos grandes y pequeños en línea y obtenga un préstamo rápido para aquellos que están endeudados y más.

  5. Unquestionably believe that which you said. Your favorite reason appeared to be on the net the easiest thing to be aware of. I say to you, I definitely get annoyed while people think about worries that they just don’t know about. You managed to hit the nail upon the top as well as defined out the whole thing without having side-effects , people can take a signal. Will likely be back to get more. Thanks

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *